Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Histórico

GELADEIRAS 012.jpgEm 2011 a Celpe investiu R$ 18,7 milhões no seu Programa de Eficiência Energética, voltado para a prática sustentável de consumo de eletricidade através do uso racional da energia. Com isso, a empresa cumpre determinação prevista no contrato de concessão firmado pelas concessionárias do serviço público de distribuição de energia elétrica com a Aneel de aplicar, anualmente, 0,5% de sua receita operacional líquida em ações que tenham por objetivo o combate ao desperdício da energia.

A empresa mede o impacto social do processo de distribuição de energia através de seu Programa de Eficiência Energética, que é desenvolvido com clientes residenciais, residenciais de baixa renda, industriais, poder público e entidades sem fins lucrativos. O consumo de energia é medido antes, durante e depois da conclusão do projeto, de forma a verificar a redução, o uso correto e eficiente da energia, a adimplência dos clientes e a preservação ambiental.

O projeto Energia Verde, iniciado em 2009, tem estimulado os consumidores residenciais a trocar seus eletrodomésticos ineficientes por equipamentos com o selo do Procel de economia de energia, recebendo em troca bonificações na conta de energia: até dezembro, com 6.156 clientes inscritos, haviam sido trocados 6.562 eletrodomésticos e doados 37.243 lâmpadas eficientes. Ainda no âmbito do Energia Verde foram arrecadados R$ 325,3 mil para o reflorestamento da Mata Atlântica, plantadas 23.328 mudas e reflorestados 21 hectares.

Em outra frente, o programa Celpe nas Comunidades de Baixa Renda, doou aos clientes deste segmento 54.864 geladeiras e 581.371 lâmpadas fluorescentes compactas até dezembro de 2011.Todas as geladeiras repassadas pelo Programa de Eficiência Energética da Celpe têm baixo consumo de energia e usam gás Isobutano (não agressor da camada de ozônio). Atualmente, a Celpe descarta o gás CFC das geladeiras substituídas, conforme convênio assinado com o Ministério do Meio Ambiente.

Outros projetos de eficiência energética foram desenvolvidos pela Celpe para os segmentos de poder público e instituições sem fins lucrativos.Com a substituição do sistema de iluminação e a troca dos condicionadores de ar por novos com selo A do Procel/Inmetro, foram finalizados os projetos da Policlínica Amaury Coutinho, da Funape (Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco), da Fusam (Fundação de Saúde Amauri de Medeiros), da Reitoria da Universidade de Pernambuco e do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).